terça-feira, 11 de setembro de 2007

Sherlock quê?

Serve esta singela nota para aliviar a dor de todos os que julgavam morto este blogue. E são muitos. Mas tímidos.

Estive a banhos, como se diz. Mas os banhos, na verdade, foram poucos e custosos. A água muito fria, a areia muito mole, a alforreca sadina sempre a espreitar, a competir com o sr. belmiro, esse sim, em todo o lado.

Mas não há nada como voltar, seja lá para onde for!

Estava distraída a lavar a loiça quando me atiraram um saber. Agarrei-o, num golpe perfeito de instinto e experiência - que me trará agruras discais, pois já sabemos - mas que é ainda o modo como me defendo dos traumatismos que arremessos destes, podem provocar.

Era um saber empírico. Daqueles cada vez mais raros, dos baseados na labuta persistente entre e teoria e a verificação. Sentei-me para o ouvir com cuidado, não fossem as palavras sábias atraiçoadas pela cera rebelde. E assim assisti, quase sem respirar, ao nascimento de uma nova ciência, a Bolicaologia.

A Bolicaologia baseia-se nos princípios básicos da observação directa e do método dedutivo, e o sucesso da sua aplicabilidade foi demonstrada no caso dos ladrões de Viseu. Um homem, que muitos terão pensado ser apenas um como tantos outros proprietários de snack bar nacional - subtil medida de diversão só descoberta por curiosos atentos que sabem que não existe boteco nacional que não tenha uma sande, mesmo que do dia anterior! -, explicou:

“ eu vi-o entrar, pediu-me uma sande, eu disse que não tinha. Só bolicao. Ele então disse que queria o bolicao e eu vi logo, pela maneira como agarrava no bolicao, que o gajo não era bom. Depois pediu outro bolicao e eu até disse para os outros clientes, opá vocês não me deixem aqui com este gajo, que o gajo é ladrão”

Reparai como, numa repetida manobra de inteligência a que nos habituamos cada vez mais, deitámos fora o courato, sacámos a matéria-prima aos hermanos e demos-lhe um uso digno da Science…

Qual corpo, qual arma do crime, o que interesse é o modo como se ataca o bolicao. Pergunto-me se também resultará em línguas estrangeiras…

2 comentários:

MJB disse...

Olá!
...e eu que nem tinha visto o post anterior!!
Tens que dar uma volta à tua vida! ou deixas de trabalhar... ou deixas de dormir (isto p'ra não dizer: deixas de namorar) ... eu sei lá! mas tens que arranjar mais tempo para não termos que esperar um mês!
bjs
mjb

Anónimo disse...

Olá
Estás cada vez mais maluca!
À quanto tempo é que tens ideias destas... cada vez mais pegas a tua loucura aos outros. Como é que consegues ser tão doida?????? COMO?
Beijos muito grandes
TMMP